Medo de Dentista: Uma Reação Natural

Certamente o medo é uma sensação natural e primitiva de defesa do nosso cérebro!

Pela razão que os medos serviam para nossos antepassados como  um estado de alerta para um perigo iminente.

Consequentemente o medo libera hormônios como a adrenalina que aumentam os batimentos cardíacos, para uma reação de luta ou fuga.

O medo portanto ajudou na sobrevivência do homem, pois permite medir o grau de risco que estamos nos colocando.

 

Sentir Medo é algo inevitável, é um mecanismo de sobrevivência do corpo humano!

 

No entanto medo em excesso é um problema, isso prejudica nossas decisões sobre o que é certo ou não fazer.

Colocamos em xeque nosso lado racional, nos fazendo agir puramente pela emoção!

E em casos que o medo de dentista se torna muito intenso poderá evoluir para fobia – a Odontofobia –

Consequentemente uma fobia deixa o paciente sem conseguir realizar o tratamento dentário, impossibilitando a relação com o mesmo.

Portanto o que fazer se o medo é do dentista cuja função é cuidar da nossa saúde bucal e consequentemente da autoestima?

É por essa razão que convido você leitor seguir este artigo até o fim para esclarecermos alguns pontos importantes sobre o assunto!

 

O Medo de Dentista tem um nome: Odontofobia

 

Incidência da odontofobia (medo do dentista)

É importante falar da odontofobia por que ela existe e muita pessoas sofrem com isto!

Certamente como consequência deixam de cuidar do aspecto mais belo do ser humano que é o sorriso!

Devido à alta incidência, a fobia de ir a dentista acomete cerca de 7,2 a 11,3% da população;

Enquanto que outra pesquisa aponta que nos estados unidos de 3 a cada 10 adultos tem medo de ir ao dentista.

Normalmente a causa dos medos de dentistas vem da infância, decorrentes de uma experiência ruim da criança no dentista.

Porém na maioria das vezes o adulto nem se lembra mais desse evento que foi traumático!

 

Além disso, o trauma na odontologia pode ocorrer também em adultos.

 

Os Medos mais comuns no dentista

Consequentemente estes são os medos, temores, receios e vergonhas mais comuns na odontologia

  • medo da agulha de anestesia
  • medo do barulho do motorzinho
  • medo de sentir dor no dentista
  • medo de que o dente fique feio
  • medo que vá dar errado o tratamento
  • vergonha de mostrar a boca ao dentista
  • medo que a prótese fique doendo
  • medo de fazer implante dentário
  • medo de desgastar o dente
  • receio que o dente escureça com o tempo

 

Exemplos de casos de medo de dentistas

Já recebi relatos diversos, entre eles a de uma mulher que sofreu abusos pelo dentista.

Depois desse evento a paciente mal escovava os dentes, e também não ia ao dentista.

Por esse motivo sua saúde dental se deteriorou, mas enfim procurou ajuda conosco  e deu tudo certo!

 

Outra paciente relacionou inconscientemente a causa da morte de sua mãe a problemas dentários.

Portanto, desenvolveu medo de tocar nos dentes e na lingua, além de sentir náuseas (enjôo).

Isso causou que a paciente não conseguisse mais escovar os seus dentes, que adquiriram cáries e doença gengival.

 

Porém o mais comum é que a pessoa sinta receio por já ter sentido dores de dente fortes.

Também pode acontecer que o dentista tenha feito um tratamento sem anestesia ou sob dor.

Pois, no passado isso acontecia muito ! Dentistas também usavam menos anestesia e pediam que o paciente suportasse uma certa dor.

Porém hoje isso é inadmissível.

Hoje Não é normal sentir dor no dentista !

 

Problemas causados pelo trauma de dentista

No entanto é normal sentir um certo medo ao ir dentista pois alguns tratamentos causam um certo incomodo.

Mas quando você evita ir as consultas odontológicas tem algo sério acontecendo, um medo excessivo que vai lhe prejudicar e muito.

Consequentemente com o tempo seus dentes vão perder a coloração normal, irão enfraquecer, criar cáries, poderão cair e etc.

Além disso mexerá com sua emoção, você deixará de sorrir passara manter a boca fechada para ninguém ver seus dentes.

Também fará você se sentir inferior diante de outras pessoas devido ao estado em que seus dentes se encontram.

Além disso diminui sua autoestima, causa insegurança, não aceitação de si mesmo.

Consequentemente, uma saúde oral deficiente pode levar problemas emocionais mais graves como depressão!

E quando decidir ir ao dentista poderá sofrer mais, devido a condição que deixou seus dentes chegar, por causa do medo.

Realizamos também tratamentos dentários rápidos com Day Clinic

como encarar o medo de dentista de frente ?

Certamente não quero dar a impressão que para superar o medo de ir ao dentista, terá que seguir uma lista.

Pois medos intensos como a fobia, requerem muito mais que um sim simples ‘vá e faça’.

Também ir ao dentista logo pode não ser a melhor solução.

Acima de tudo seria melhor ter uma mudança interna por parte da pessoa acometida pela fobia.

 

Preparação emocional para ir ao dentista

Proponho portanto que antes de procurar o dentista, você faça reflexões internas a respeito.

Tente perceber qual é o tipo de pensamento que tem a respeito da sua ida ao dentista!

Além disso identifique os pensamentos gerador do medo, e tente substituir por pensamentos de dúvida, se é algo que deve se preocupar.

Existem também técnicas de psicologia que dizem que o medo só é superado sendo enfrentado.

Imagine em contraste os piores cenários que podem acontecer quando estiver frente ao dentista.

 

O ideal seria que Finalmente coloque razão em sua emoção, por que muitas vezes o medo surge da nossa imaginação!

Acima de tudo é importante que esteja determinado a superar esse sentimento limitante.

Além disso sempre que pensar que é difícil demais, que não vai conseguir;

O mais importante é pensar nas consequências que esse simples sentimento vai trazer para sua vida.

Da mesma forma recicle suas convicções isso fortalecerá sua posição sobre encarar o medo!

 

Entre em ação para ir ao dentista!

Assim depois de refletir com seriedade sobre as causas do medo, você terá que marcar uma consulta com um dentista.

Como resultado poderá colocar em prática tudo o que pensou e entender as reações e sensações ao estar em um consultório odontológico.

Portanto seja forte, entenda que é apenas uma sensação e que é a sua imaginação que está criando este cenário.

E se achar importante leve um amigo, familiar, cônjuge, namorado(a) não importa quem seja!

Por que essa pessoa servirá de motivação e de conforto para você neste momento.

Para que lhe ampare num momento de euforia, de ansiedade ou no ápice do medo.

No entanto se notar que está perdendo o controle ou está muito nervoso, feche os olhos e volte sua atenção a respiração.

Respire fundo e expire, conte sua respiração no final da inspiração e solte o ar e relaxe!

Portanto repita o processo até o número dez, isso é uma pratica de meditação, isso irá ajuda-lo estar no aqui e agora no controle das suas emoções.

 

Procure o apoio de um Psicólogo

Mais importante procure um psicólogo, se possível faça isso antes de marcar a consulta com um dentista.

Portanto lembre-se disso “a chave para transformação está na continuidade”, não importa quantas vezes irá falhar o importante são as tentativas!

Além disso pode ter certeza ao superar o medo sentirá uma sensação maravilhosa de orgulho, libertação e paz consigo mesmo.

Certamente que o incomodo causado em uma consulta odontológica é para o seu próprio bem e evitara muitos transtornos futuros.

 

Nós podemos te ajudar a vencer o medo de dentista

Após mais de 18 anos de experiência clínica, temos experiência em receber pacientes fóbicos.

Portanto possuímos uma equipe cuidadosa que proporciona um ambiente humano para o tratamento odontológico.

Também adquirimos equipamentos especiais para diminuir o desconforto no dentista como a anestesia eletrônica.

Ainda para os mais fóbicos podemos realizar tratamentos dentários sob sedação, o que proporciona mais conforto.

Venha conhecer também nosso Day Clinic Odontológico!

Comente abaixo ou entre em contato conosco.