Certamente a perda dos dentes é algo assustador para muitos!

Como resultado acarreta baixo autoestima, dificuldade na mastigação, atrapalha a fala e a estética do sorriso.

Consequentemente são diversas as consequências que levam a perda dos dentes.

Devido a um acidente, diabetes, doença gengival como a periodontite, má higienização, tabaco e etc.

Como resultado a organização de Pesquisa Nacional de Saúde (PNS) realizada juntamente com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Apontaram em 2013 que 41,5% dos idosos acima de 60 anos já perderam todos os dentes!

Consequentemente foram criadas as próteses, temos diversos tipos para diferentes finalidades e uma delas é a prótese dentaria flexível.

Esta prótese propicia uma melhor estética e segurança devido a composição do seu material.

As vantagens e o material  da prótese flexível

Esta prótese é feita de um material chamado de flexite, se trata de uma resina flexível.

Consequentemente é um material biocompatível, ou seja, que não quebra!

Além disso não é usado ganchos de metal, oque ajuda dar um ar de naturalidade para prótese.

Consequentemente o paciente tem maior facilidade de adaptação, devido a flexibilidade e pôr a base da prótese ter uma espessura maior.

Certamente a prótese dentária flexível, foi pensada para trazer segurança, durabilidade, facilidade e bem-estar ao paciente!

Pela razão que o material da prótese dentária flexível se assemelha a cor da gengiva e os tecidos.

Da mesma forma passa transparência e originalidade entre a gengiva e os dentes naturais.

Além disso até mesmo os grampos que sustentam a prótese são confeccionados também na cor da gengiva.

Ainda mais, os dentes desta prótese são da mesma cor e características dos dentes originais.

Como resultado até mesmo os amigos mais próximos não notaram que se trata de uma prótese.

Sendo assim o ganho de autoestima e estética é enorme!

Contudo o material auxilia as forças mastigatórias, evitando pressão desigual nos dentes originais.

Além disso as gengivas também são estimuladas e ajuda diminuir a reabsorção óssea.

No entanto para quem é indicado a prótese dentaria flexível? Vejamos!

  • idosos;
  • pacientes especiais;
  • reabilitação oral, unilateral e bilateral;
  • mantenedores de espaço;

 

Desvantagens da prótese flexível

 

Devido está prótese ser uma novidade no mercado seu custo é mais elevado que as próteses convencionais.

Como resultado do modelo projetado para trazer mais segurança, para não cair da boca em momentos inusitados, será difícil inserir e retirar da boca.

Certamente será preciso fazer isso durante alguns momentos do dia, para realizar a limpeza, visto que esta acumula mais alimento que outras próteses comuns.

Em contraste os fabricantes desta prótese recomendam mergulha-la em um copo com água sem aditivos todas as noites.

Também será necessário realizar uma escovação adequada para eliminar resto de alimentos, para prevenir futuras doenças periodontais.

No entanto se ao retirar a prótese da boca você quebrar alguma peça ou algum dente da prótese, o reparo é mais difícil.

Devido poucos laboratórios conseguirem realizar os reparos.

Acima de tudo é preciso fazer uma nova prótese em um de período de três a cincos anos.

A prótese dentaria flexível não é recomendada como prótese definitiva e sim como prótese de transição.

Certamente transição é o momento que você passa de um estágio do tratamento para outro!

Mas estando ciente das desvantagens e do custo que terá e mesmo assim quiser manter a prótese para uso definitivo não há problema algum.

Lembrando uma prótese como esta tem resultado inferior comparado a implantes ou próteses fixas.

Com esta perspectiva em mente você poderá fazer a melhor escolha para o seu maior beneficio.

Atém disso voltará sorrir e restabelecer sua autoestima!